Noticias

One-Punch Man: Panini começa a vender box da série

opmVeja imagens e o preço

Na tarde desta terça-feira, 18/09/2018, entrou no ar, no site da Panini, um box com os primeiros dez volumes do mangá One-Punch Man.

O box, cujas imagens vocês conferem abaixo, sairá pelo preço de R$ 171,00 e começará a ser enviado no dia 30 de setembro. Não há informações sobre ele estar disponível fora da loja da editora.

Não chega a ser uma surpresa o início da venda desse box. A editora já tinha registrado no ISBN um número de cadastro para o lançamento dessa e de outras caixas (de outras séries), e alguns sites noticiaram a informação.

One-Punch Man é de autoria de One e Yusuke Murata, possuindo 17 volumes até o momento no Japão. A obra nasceu originalmente como uma webcomic escrita e desenhada por One (também criador de Mob Psycho 100) e Yusuke Murata gostou tanto da obra que contactou One para fazer uma nova versão do mangá e a proposta foi aceita. É essa nova versão que é publicada no Brasil e em diversos países do mundo.

SinopseSaitama se tornou forte a ponto de derrotar criaturas monstruosas com um único soco. E o que não falta são monstros para serem derrotados na Cidade Z, onde eles surgem a todo momento, seja das profundezas da Terra ou dos confins do espaço, como resultado de uma experiência maluca ou de uma mutação genética. Mas, para Saitama, essas criaturas não são um problema… O problema é justamente que ele os derrota com um golpe só! Seu sonho de se tornar um super-herói se transformou numa vida de tédio quando ele ficou forte demais. O objetivo agora é encontrar a emoção de um verdadeiro desafio!
Anúncios

20 comentários em “One-Punch Man: Panini começa a vender box da série”

    1. Já tentou comprar pelo site da própria Panini? Eles vendem pelo preço normal e mais o frete. Eu comprei os primeiros volumes de One Piece (a versão relançada) assim.

      Curtir

  1. “Mesmo com essa nova versão, a webcomic original escrita e desenhada por One ainda está sendo lançada por lá normalmente.”

    Na verdade, não sai um capitulo novo da webcomic desde Janeiro do ano passado. Como ele tem que fazer os storyboards pra versao do Murata, ele acaba não fazendo mais capitulos para a webcomic.

    Curtir

      1. Ué? Como o Sr. Mercado funciona então? Até onde eu sei o mercado funciona de acordo com a demanda, que parece ser bastante alta diante do tanto de gente que reclama de volumes faltando.

        Cara, um dos grandes problemas das editoras é o declínio das vendas ao longo da série. A série vai passando e muitos leitores vão pulando fora, o ideal é que novos leitores que conheceram a série depois de algum tempo assumissem o lugar dos que desistiram. Só q isso não acontece. E um dos motivos é que vc NÃO acha volumes antigos no mercado. Ninguém quer começar uma coleção para ficar incompleta.

        O problema do mercado editorial é muito complexo, são inúmeros fatores, entre eles crise econômica, alta do dólar, crise das distribuidoras, crise das livrarias e mudança de hábito dos leitores.

        Reimprimir títulos todos anos é absolutamente normal no mercado editorial, inclusive é o objetivo da editora, vender sempre. Se isso não está acontecendo é pq tem algo de errado no mercado.

        Curtido por 3 pessoas

        1. Se é tão normal assim por que essa reimpressão não está acontecendo?

          Tenho a sensação de que os que pedem por reimpressão o tempo todo e de toda obra na verdade não podem é pegar o preço do Sr. Mercado, principalmente entre nós, consumidores de mangá, vemos o produto em bancas ou em lojas virtuais e ficamos chupar o dedo.

          Talvez seja necessário priorizar as obras preferidas e atentar-se aos lançamentos. Essa choradeira toda… >.<

          Curtir

          1. @ZÂMIKE ZENY, de modo geral (tirando uma coisa ou outra) a gente concorda com a opinião do Leonardo.

            Em nossa opinião, reimpressão deveria ser regra o tempo todo em todas as editoras. Não faz sentido editora deixar sem estoque um produto de sucesso, com alta demanda.

            Além disso, qualquer mercado de mangás que se preze há reimpressões aos montes. Por exemplo, só nesta semana, umas 4 editoras francesas anunciaram reimpressões de volumes esgotados. Todo mês as editoras argentinas divulgam reimpressões. Itália, Espanha, todo lugar isso é normal. Não importa se é um mercado enorme como os de países europeus, ou se é um país com a economia em frangalhos como é a Argentina. Reimpressão corriqueira é regra. Não existe nenhuma razão para que no Brasil seja diferente.

            Então, se um produto está em falta e a pessoa cobra reimpressão, não é “choro”, o consumidor não está errado, errado está a empresa que falha em oferecer o produto que o consumidor quer comprar. Quantas e quantas pessoas ficaram sem emprego nos últimos anos? Quantas deixaram de comprar mangás abandonando coleções no meio? Se elas vierem conseguir um novo emprego e quiserem voltar a colecionar hoje podem não conseguir porque a empresa simplesmente deixou o produto esgotar, não reimprime, e o produto só é vendido usado e a mais de 100 reais o volume.

            De igual modo, se uma pessoa descobre hoje que um dado mangá é vendido no Brasil, ela pode simplesmente não conseguir começar a comprar ele porque também não tem volumes disponíveis. Esse box de OPM é uma ótima maneira de essa pessoa começar a comprar uma série, mas logo logo ele esgotará e novamente se tornará muito difícil para uma pessoa começar a comprar essa série agora porque a editora dificilmente reimprimirá.

            O pior de tudo é o sintoma que isso tem causado. Hoje muita gente corre para comprar um volume de Berserk porque se não comprar logo, ele esgota e depois pode só se encontrar a preços absurdos na Internet. Ter que comprar no lançamento por medo de esgotar não é um modelo de um mercado de mangás que a gente quer. A gente quer um mercado de mangás em que a gente possa comprar um produto a qualquer momento, pausar se não tiver dinheiro, e voltar a compra-lo meses depois e ainda estar disponível, de forma fácil. A gente quer um mercado de mangás que uma pessoa possa descobrir a qualquer momento que um mangá é vendido no Brasil e possa encontrar os volumes antigos a preços convidativos. Ou seja, a gente quer que o Brasil seja igual a qualquer lugar do mundo.

            A NewPOP é um grande exemplo de profissionalismo nessa questão. Ela possui alguns volumes esgotados de suas séries, mas ela está sempre repondo, então mesmo que eu seja obrigado a pausar uma série da editora, eu sei que posso voltar a comprar daqui uns 6 meses, 1 ano, 2 que ainda estará disponível. E se não tiver disponível no momento, basta eu esperar um pouco que a editora irá reimprimir. Assim como, se alguém descobrir apenas agora que a editora lançou uma série de sucesso como K-on, Usagi Drop ou Koe no Katachi, essa pessoa ainda pode encontrar fácil e novo.

            Poderia ser assim com todas as editoras, poderia…

            Curtido por 6 pessoas

          2. Pq a reimpressão não está acontecendo? Cara, não sei! Na verdade, a reimpressão é o padrão do mercado, a obra deve estar sempre disponível para novos leitores, esse é o dever de casa da editora. Se ela não está acontecendo é pq algo está bem errado e as coisas estão indo mal. Aí vai de cada caso, a editora pode estar falindo, uma crise grave pode estar acontecendo, mal planejamento da empresa, etc. Podem ser várias coisas e infelizmente, no nosso caso, parece que é tudo isso ao mesmo tempo! 😦

            O grande problema da falta de reimpressão é que ela é um tiro no pé da editora ao longo prazo. Não dá para sustentar as vendas se apenas quem começou a comprar no início do lançamento continua comprando a revista, principalmente em obras que duram as vezes mais de 5 anos. A tendência é sempre as vendas cairem com o passar do tempo, se vc não consegue novos leitores as vendas no fim da publicação costumam não ser suficientes para dar lucro.

            Curtido por 2 pessoas

          3. choradeira? incompetência das editoras é choradeira dos clientes agora? caramba…
            uma obra que sequer acabou, faltar volumes no meio dela, é choradeira do cliente? frança, EUA, Polônia é tudo diferente, sempre as obras estão no mercado, sempre quando tem demanda tá lá e ainda com preços mais baixos…capitalismo funciona assim , mas no Brasil , os clientes que estão errado, o mercado ”não funciona assim” tudo caro,”se não tem dinheiro não compra”, é choradeira…aiaiaiai

            Curtido por 1 pessoa

Deixe sua opinião. Seu comentário é muito importante para nós^^.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s