Curiosidades

Qual editora mais lançou mangás no Brasil?

JBC ou Panini?

Você já se perguntou qual editora mais lançou mangás no Brasil? Talvez a resposta tenha sido um “não”, afinal é bem provável que você tenha em mente que seja a Panini pela quantidade de títulos atuais em publicação pela empresa. E se você pensou isso, você acertou^^.

Mas acertou por pouco. A verdade é que, até pouco tempo atrás, a JBC detinha o posto de editora com mais títulos publicados no Brasil, sendo superada pela Panini apenas no final de 2016 ou início de 2017, a depender do critério utilizado.

Os primeiros mangás da editora italiana foram 4 séries de Gundam Wing, mas a empresa o contabilizou como um único título, realizando uma numeração contínua do 1 ao 16. Caso se considere com uma única série, a Panini ultrapassou a JBC apenas em 2017, caso não, no fim de 2016. Mas a verdade é que isso não importa muito, afinal mudaria apenas alguns meses. O blog BBM considera como 4 séries diferentes.

Não é a primeira vez que a Panini se torna a editora com mais mangás lançados no Brasil. Entre 2009 (quando superou a Conrad) e 2014 a empresa italiana esteve na liderança. Em 2015, a JBC teve uma enxurrada de lançamentos e terminou por roubar o primeiro lugar, terminando aquele ano com 149 lançamentos em toda a história, contra 140 da Panini.

Em 2016, porém, a JBC sentiu a crise econômica e diminuiu seu número de publicações de forma drástica. A Panini, por outro lado, começou um investimento pesado no mercado com novo título atrás de novo título e isso fez a editora retomar a ponta.

Os números mostram que a Panini possui atualmente 180 publicações contra 167 da editora JBC, contabilizados aí os lançamentos de setembro (Samurai 7 pela JBC; Opus e Rock Lee pela Panini). Até o fim do ano essa diferença irá aumentar…

  • Número de mangás concluídos: JBC ainda na frente

Já quando falamos de títulos concluídos, a JBC ainda mantém uma ligeira vantagem em relação à Panini. A JBC já concluiu 133 mangás, enquanto a Panini apenas 122. Os motivos disso parecem bastante claros. A Panini tem um enorme número de mangás cancelados, paralisados, em hiato ou em publicação, o que dá essa pequena vantagem para a editora paulista. Evidentemente, se o cenário atual não mudar, em breve a Panini ultrapassará a JBC nesse quesito também.

***

Obs: Os números aqui apresentados obedecem alguns critérios aleatórios que o próprio blog BBM impôs. Só contamos mangás originalmente japoneses. Desse modo, não foram contabilizados mangás brasileiros, ingleses, chineses e coreanos, etc. Também não contabilizamos databooks, artbooks e novels.

De modo específico, não contamos a publicação em meio-tanko de Neon Genesis Evangelion que a JBC assumiu da Conrad. Também de modo específico, consideramos como mangá concluído o título Highschool of the dead (tanto normal como fullcolor), tendo em vista a morte do autor e a quase inexistente possibilidade de retomada por parte do desenhista. As séries de Pokémon são contabilizadas de forma independente, muito embora façam parte de um único mangá no Japão.

Obviamente, se algum desses critérios for ignorado os números serão diferentes, mas em todos eles a Panini ainda será a empresa que mais publicou em nosso país, atualmente…

Você pode conferir todo o catálogo da JBC, clicando aqui. E o da Panini, clicando aqui.

Curta nossa página no Facebook

 Nos siga no Twitter

BBM

Anúncios

15 thoughts on “Qual editora mais lançou mangás no Brasil?”

      1. Também acho o papel jornal da JBC melhor no geral, a Panini tem um ou outro título que usa um jornal melhorzinho, mas se for comparar a edição de Saintia Shō com Seraph of End por exemplo, Saintia tá beeem melhor.

        E justo quando a Panini parecia ter encontrado um formato legal com sulfite, eles só estão anunciando coisa em jornal ultimamente… será que desistiram desse formato :/ ?

        Curtido por 1 pessoa

  1. A JBC é muito superior à Panini no quesito cuidado com o mangá. Se Dr. Slump estivesse na JBC, o tratamento que ele receberia seria muito melhor e não teríamos uma capa com imagem estourada. Vale o mesmo para as traduções e revisões. Sou muito mais a JBC.

    Curtido por 2 pessoas

    1. Eu não notei essa discussão de qual é a editora é a melhor. Eu vi as pessoas comentando sobre qual editora dá melhor tratamento aos mangás que as editoras publicam e, consequentemente, escolheram uma delas com base neste quesito. E isso levou em consideração o material utilizado por elas para publicá-los, a tradução, revisão, etc… É só você analisar cada comentário adequadamente, que você vai perceber isso. Pelo jeito, você faltou às aulas de interpretação de texto. Afinal, quem está vendo uma discussão sobre qual é a editora é melhor, é somente você. Eu só vi o pessoal analisando o custo benefício entre as editoras, dos mangás que eles colecionam, somente.

      Curtir

      1. Hahahahaha, Sirius Black, leia de novo o que você escreveu e vai perceber que só reafirmou o que eu disse rs

        Mas se você não entendeu, não tem problema, eu te explico…
        Existe uma coisinha que você aprende láááá na escola chamada Grau dos Adjetivos, e esse se divide em Comparativo e Superlativo. No Comparativo, nós aprendemos que toda vez que houver uma comparação entre duas ou mais coisas, fazendo uso de “melhor”, “mais do que”, “maior que” e etc (reparou que você usou a expressão “editora que dá MELHOR tratamento”? xD), chamamos isso de “grau comparativo de superioridade” que, como o nome já diz, estabelece uma relação de superioridade ou inferioridade entre essas coisas, ou seja, no caso das editoras, qual é a melhor e a pior. Então, toda vez que falarmos coisas como “editora Y é melhor/superior ou que bate editora X nisso”, estamos estabelecendo essa relação de superioridade, dizendo quem é melhor e tal, tudo bem? ^^ E podemos conferir que todas essas palavras-chave foram usadas nos comentários antes do meu, inclusive no seu, e sempre comparando a editora JBC à editora Panini.

        Você estabelecer critérios para definir qual editora editora é a sua preferida (entre duas opções) não muda o fato de que você ainda está as ranqueando.

        Curtir

        1. E blablabla… Rá, é sério? Você fala demais! Eu não te perguntei nada. E tem mais… Eu não te solicitei aula de gramática alguma, projeto de professor. Eu estou falando de interpretação de texto, algo que você ao contrário de mim (que não sou nem professor), não sabe nem como fazer! Tanto que eu não vi no livro que você escreveu, algo que justificasse a sua existência. O que eu li aqui, nos comentários das pessoas, foi uma análise bem amadora de como cada editora dá o seu tratamento aos mangás que cada uma delas publicam. Inclusive, eu mesmo teci tal comentário amador, mesmo eu não sendo um profissional da área de mercado de mangás no Brasil. E tem mais… Eu não sou fanboy de editora. Eu compro mangás de todas elas, impressos no material que for, na revisão que houver e na tradução que tiver. O que realmente importa e interessa pra mim, é cada uma delas – independente de qual seja – publiquem os mangás que possam despertar o meu interesse e nada mais! Agora não se pode mais falar nada que você já vê como se tudo isso fosse uma disputa entre fanboys, por sua editora favorita? Não enche, tá legal?

          Curtir

          1. Ué, mas quem veio me “encher” foi você oO A partir do momento que respondeu o meu comentário, você me concedeu o direito de resposta. Lamento, é assim que o mundo funciona. Se não quisesse uma resposta minha, era só não falar nada direcionado a mim. Além disso, se pra você o uso de um termo, que LITERALMENTE é chamado de “comparativo de superioridade”, não é o mesmo que definir qual editora é melhor, eu já não posso fazer mais nada por sua pessoa. Sinceramente, lavo minhas mãos.

            Curtir

      2. Outra coisa interessante a se notar é que você comprovou dois pontos do meu comentário, afinal, você se focou tanto em rebater o que eu disse que não conseguiu notar qual é o real problema da questão, demonstrando que a maior parte das pessoas não enxerga isso como um problema de fato.

        O Kyon fez uma matéria para sanar uma curiosidade sobre qual editora havia publicado mais títulos, e SOMENTE isso. Ele não quis inferir absolutamente nada com essa informação. Então por que as pessoas estão falando sobre qualidade das editoras, as comparando, julgando o material que elas usam e a forma como trabalham? É como se ele criasse uma matéria dizendo “A JBC publicou mais seinens do que a Panini”, e aparecerem falando “ah, os títulos da JBC são muito melhores do que os da Panini”. Eu fico até mal pelo Kyon porque essas pesquisas devem dar trabalho, e infelizmente parece que os leitores só se importam em usar essas informações como gancho para demonstrar o seu “favoritismo de editora”, sempre dizendo coisas alheias à matéria em si.

        Curtir

        1. E blablabla… Aham, sei. Entendo. Compreendo perfeitamente. Hm… Interessante. É sério que você escreveu todo esse texto meloso somente para demonstrar solidariedade a alguém e para alertar os otakus do problema ao qual estão acometidos e que eles mesmos não notam? Ah, que comovente… As lágrimas me impedem de responder. Pff… HAHAHAHAHAHA…

          Curtir

          1. Solidariedade e texto meloso? HAHAHA Eu literalmente só falei como as pessoas desvirtuam o assunto da matéria. Se reler o meu primeiro comentário, vai ver que eu só estava rindo da situação, quem se doeu, ficou emotivo, fez uso de ad hominem e atacou espantalhos foi você. E eu até agora não entendi o porquê você deu chilique, já que eu sequer estava rindo de você.

            Curtir

          2. Alison, você pode tentar negar. Quem não admite nada, faz tudo isso aí que você diz e fez. Sei, sei… Como você não tivesse, igualmente, distorcido tudo o que eu falei ao seu favor. Tédio de pessoas como você. Senta lá, Cláudia.

            Curtir

Deixe sua opinião. Seu comentário é muito importante para nós^^.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s