Notícias Internacionais

NI 177. Tiragem total de “Rurouni Kenshin” no Japão e outras notícias internacionais…

Data para continuação do mangá, tiragem de My Hero Academia e notícias de Akira

O nosso compilado de notícias internacionais de hoje traz informações de Rurouni Kenshin, My Hero Academia e Akira. Vejamos em detalhes abaixo:

***


Novo mangá de Rurouni Kenshin ganha data no Japão

O novo mangá de Samurai XRurouni Kenshin: Hokkaido Arc está previsto para ser lançado dia 4 de setembro, na revista Jump Square, da Shueisha. O mangá tinha inicio previsto para o primeiro trimestre de 2017, mas foi adiado para o verão japonês e agora finalmente ganhou uma data.

No Brasil, Rurouni Kenshin foi publicado pela editora JBC em duas oportunidades. A editora também trouxe diversas outras obras da franquia, como light novels e mangás spin-offs.

Mas não é só isso de Rurouni Kenshin que temos para hoje…


Tiragem total de Rurouni Kenshin

Via Manga Mag:

A tiragem total de Rurouni Kenshin no Japão chegou a 60 milhões de exemplares. Esse número inclui a versão normal (28 volumes), a versão de bolso (14 volumes) e a Kanzenban (22 volumes), dando uma média de quase 1 milhão de exemplares impressos por volume.


Tiragem de My Hero Academia

Via Manga Mag

A tiragem total de My Hero Academia (os 14 volumes da série principal + novels e spinoffs) está na casa de 11 milhões de exemplares no Japão. Comparado com outros títulos atuais da própria Shueisha, como Tokyo Ghoul e One-Punch Man não é um valor muito alto.

No Brasil, My Hero Academia é lançado pela editora JBC. Compre os volumes na Amazon.


A situação de Akira na França

Como já comentamos em outra notícia, assim como ocorreu no Brasil, na França, a editora Glénat também sofreu de atrasos com a publicação de Akira. Também anunciado em 2015, o mangá só foi sair na França em junho de 2016. O motivo é o mesmo alegado pela editora JBC, o título está sendo todo remasterizado por Katsuhiro Otomo.

Em vista disso, o segundo volume só foi sair na França em maio deste ano, onze meses após a publicação do primeiro. Felizmente para os franceses, o terceiro volume do mangá não deve atrasar tanto, está previsto para ser lançado em outubro^^.

Por aqui, como vocês sabem, a JBC lançou o primeiro volume em junho e o segundo está previsto para dezembro. Você pode comprar o mangá em lojas como a Amazon. O preço é R$ 69,90, mas pode ser encontrado com desconto.

Mas não é apenas isso de Akira que temos para falar hoje…


Akira será lançado na Argentina

A editora argentina Ovni Press divulgou que lançará no país o mangá Akira. Assim como todos os demais mangás da Kodansha, Akira esteve impedido de sair na Argentina durante muitos anos devido ao boicote que a editora japonesa tinha com o país vizinho. O anúncio do título pela Ovni Press não chega a ser uma surpresa, já que The Ghost In The Shell também foi publicado por essa mesma editora.

Será interessante ver como será o ritmo de publicação do título no país vizinho. Decerto não terão as demoras de recepção de material que aconteceram no Brasil e na França, mas a curiosidade fica por conta das demoras de aprovação.

A empresa argentina já divulgou quase todos os detalhes e ele será realmente idêntico à versão brasileira, com o formato grandão  17,8 x 25,6 cm.

Vale lembrar que aqui no Brasil, a editora JBC comentou que tinha a intenção de lançar Akira no mesmo formato de GITs, mas os japoneses exigiram um formato ainda maior, o que ocasionou um aumento no valor final do mangá devido às perdas de papel serem maiores na gráfica. Segundo a JBC, Akira era para ser dois reais mais barato que GITs e ter o preço de R$ 62,90.


***

Curta nossa página no Facebook

 Nos siga no Twitter

BBM

Anúncios

7 thoughts on “NI 177. Tiragem total de “Rurouni Kenshin” no Japão e outras notícias internacionais…”

  1. Minha opinião sobre essas continuações de mangás/animes/series que foram concluídos a mais de 20 anos atras. Acho totalmente desnecessário, sei que por serem consagradas tudo que lançarem sobre elas venderá mas não gosto quando mexem em obras que já tiveram seu final digno.

    Curtir

    1. Convenhamos que o final do Kenshin foi bem “méh”. Aquela vingança dos homens só teve bucha de canhão. Até agora sinto pena dos pobres vilãozinhos que apanhar do Yahiko que só sabia dar golpes aleatórios e aprendeu a PODEROSÍSSIMA (risos) técnica de aparar uma lamina com as mão… A unica coisa que me agradou foi conhecer o passado do Kenshin, mas mesmo assim a saga Kyoto continua sendo de longe a melhor (claro que isso é a minha opinião)

      PS: A tradução da JBC do sotaque do ultimo vilão foi risível. Mas sinceramente, não sei se tinha como adaptar melhor…

      Curtir

      1. @Avelino, “Minha opinião sobre essas continuações de mangás/animes/series que foram concluídos a mais de 20 anos atras. Acho totalmente desnecessário”, penso IGUALZINHO!
        Se a obra teve final “méh”, “bléh”, “marromeno” ou “yay!”, não me interessa. Detesto este negócio de os japas agora ficarem desenterrando as obras depois de “200 mil anos”…
        Estão parecendo os norte-americanos com os heróis deles em histórias infinitas…

        Eu não assisto/assistirei mais nada de Dragon Ball, Naruto e CDZ, após DBGT, Naruto Shippuuden e Lost Canvas. A exceção se faria, caso fizessem um anime de Episódio G, pois já tenho o mangá e assistiria o anime desta obra.
        Ou seja, não assistirei/lerei Boruto (…¬¬), Dragon Ball Super, qualquer outra coisa referente a CDZ, e tampouco este novo mangá de Kenshin…

        Curtir

Deixe sua opinião. Seu comentário é muito importante para nós^^.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s