Review

Resenha: Socrates in love – o amor sobrevive ao tempo

socrates-in-loveMuito drama e choro…

Histórias de perdas de entes queridos são até comuns e usadas de forma a maximizar o drama e o choro. Recentemente, tivemos duas obras nesse estilo Orange e Anohana, pela JBC e, em breve, teremos Your Lie In April, pela Panini.

As três histórias têm em comum justamente a forçação do drama, mas enquanto os dois primeiros apelam um pouco para a fantasia, o último tende a ser mais realista, na medida do possível. Nessa onda de realista, no passado, foi publicado o mangá Socrates in love – o amor sobrevive ao tempo, de Kyoichi Katayama e Kazumi Kazui.

O mangá possui apenas um volume e foi originalmente publicado em 2004 nas páginas da revista Petit Comic, da editora Shogakukan. A obra é uma adaptação do livro Sekai no Chuushin de, Ai wo Sakebu (Um grito de amor no centro do mundo, no Brasil) e foi lançado no Japão na esteira do sucesso estrondoso do livro.

O título foi lançado nos Estados Unidos pelo selo Shojo Beat, da Viz, com o nome de Socrates in love, e na Alemanha pela Egmont, com o nome de Cry out for Love, ambas as publicações ocorreram em 2005, um ano após sair no Japão. Na Itália, o título só foi publicado em 2011, pela Kappa Edizione, com o nome de Gridare amore dal centro del mondo, mas nessa época o livro já havia sido lançado por lá. 

No Brasil, o mangá chegou em 2007, pelas mãos da editora JBC e é, até hoje, o único mangá josei publicado pela editora. Em uma época em que a empresa não costumava lançar mangás em bom acabamento, Socrates in love surpreendeu por vir com miolo em papel offset e capa com orelhas. Salvo engano, foi o primeiro mangá da editora a ter esse tipo de acabamento. Esgotado durante um tempo, o mangá foi reimpresso em 2015 em meio às comemorações dos 20 anos da empresa e tornou-se bem mais fácil achá-lo para comprar.

A JBC nunca publicou o livro original, mas em 2011 ele chegou ao país por meio da editora Objetiva que o lançou com o nome de Um grito de amor no centro do mundo. Na postagem de hoje, porém, faremos resenha apenas do mangá publicado pela JBC.


SINOPSE OFICIAL


Os adolescentes Aki e Sakutaro se apaixonaram e viveram todas as emoções de um primeiro amor. Juntos, descobriram a alegria, a ansiedade pelo primeiro beijo e o companheirismo no dia-a-dia. Mas uma tragédia muda tudo, separando abruptamente o jovem casal.


História e desenvolvimento


A história de Socrates in love já começa você sabendo do fim trágico, a garota Aki morreu e o rapaz, Sakutaro, ainda está triste e incrédulo pelo que aconteceu. A partir daí começa aquela velha estrutura básica, um enorme flashback contando como se desenvolveu o amor deles e como ocorreu a tragédia que os separou. Depois acaba o flashback, volta para o presente e em seguida mostra a vida do rapaz no futuro, ainda pensando na amada, mas continuando sua vida.

Todo o desenvolvimento do mangá é feito de modo a você se afeiçoar aos personagens e ir, com o tempo, achando Aki e Sakutaro um casal fofo, por quem você pudesse torcer e achar legal eles ficarem juntos. Mesmo as trapalhadas de Sakutaro (como, incentivado por um amigo, bolar um plano para que ele e aki passassem uma noite juntos) servem para que o leitor goste mais ainda do casal e você até se esquece de que está lendo um flashback. Amor do jovem casal é bastante puro e fascinante, aquele amor completamente inocente que sempre existe nos adolescentes. Porém, ocorre uma tragédia e o fim dos dois torna-se iminente…

O interessante de Socrates in love é que a obra nos prepara e dá dicas do que irá acontecer, desde a própria estrutura com flashback até pequenas inserções e comentários ao longo da trama. Um exemplo disso, ocorre quando, no hospital, Sakutaro ouve duas mulheres conversando sobre a doença da filha de uma delas, que está com uma doença mais grave do que dizem para a menina, prenunciando que o mesmo ocorre com Aki.

O mangá, porém, não é perfeito e também possui seus momentos de dramatização extrema sem precisão. Com o agravamento da doença da garota, Sakutaro decide ir com ela para a Austrália, para que ela realize o sonho de conhecer o país antes de morrer, mas nada dá certo e a situação da garota acaba piorando. Em minha opinião não havia necessidade disso, pois a obra já estava caminhando para seu desfecho prenunciado e essa passagem só serviu para dar uma dramaticidade exagerada que já ocorreria mesmo sem ela.

Mesmo com esse tipo de exagero, o mangá é realmente bom e trata de temas muito interessantes como a amizade, a perda, o luto e, evidentemente, o amor incondicional e que se sobrevive ao longo do tempo^^.


A edição nacional


O mangá foi lançado no formato 13,5 x 20,5 cm, com miolo em papel offset e capa com orelhas, isso tudo ao preço de R$ 19,90.


Veredicto


Socrates in love é um mangá muito indicado para quem gosta de histórias de romance e narrativas com muito drama e choro. Se títulos como 5 cm por segundo ou Your Lie In April são de seu agrado, decerto Socrates in love também será.

O título é realmente muito bom e vale bastante a pena a leitura.

Ficha Técnica

Título: Socrates in love – o amor sobrevive ao tempo

Autor: Kyoichi Katayama; Kazumi Kazui

Editora: JBC

Acabamento: Papel offset + capa com orelhas

Número de volumes: 1

Preço: R$ 19,90

Onde Comprar: Amazon / Saraiva

***

Curta nossa página no Facebook

 Nos siga no Twitter

BBM

Anúncios

3 thoughts on “Resenha: Socrates in love – o amor sobrevive ao tempo”

  1. Li a muitos anos enquanto esperava em uma fila e lembro de ter chorado muito! Não sei se teria coragem de reler, mas pra quem gosta de romance e drama, é realmente uma boa dica.

    Curtir

Deixe sua opinião. Seu comentário é muito importante para nós^^.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s