Opinião

[Opinião] Quanto mais Naruto e Cavaleiros do Zodíaco, melhor.

narutoAlgumas obviedades…

I

Em mais uma manhã sem ônibus em minha cidade, aproveitei para ver alguns vídeos no Youtube e me deparei com um canal chamado Comix Zone, de um canadense-brasileiro fanático por mangás e quadrinhos. No vídeo mais recente, ele mostrava a edição francesa de Hokuto no ken e contava alguns detalhes da história. Sobre o vídeo em si, não há muito o que falar, mas um comentário de um dos expectadores me chamou a atenção, por ser o tipo de fala corriqueira de um consumidor comum, que não entende e nem busca compreender a dinâmica do mercado de mangás:

q122222

O ponto que me chamou a atenção é a pessoa insinuar que as editoras não dão chance a outros mangás por causa do relançamento de uma série de sucesso. É bem evidente os equívocos de pensamento, mas é possível que alguns leitores do blog pensem de forma semelhante, então resolvi elucidar, de forma resumida, essa questão^^.

II

As editoras de mangás são empresas. Como toda empresa elas querem ter lucro. Se Naruto está em sua terceira publicação no Brasil e Cavaleiros do Zodíaco está na quarta significa que esses dois mangás são lucrativos e possuem um público consumidor cativo ou seu público é renovado com o tempo, justificando a criação de novas versões desses mangás.

Nunca se deve esquecer que os dois títulos tiveram animação exibida na televisão  e foram febre em nosso país, fazendo-os ficar no imaginário das pessoas mais do que outras séries. Não será surpresa, portanto, se após a conclusão de Naruto Gold, a Panini anunciar uma quarta versão. Também não será surpresa se daqui a alguns anos, após o kanzeban de Cavaleiros do Zodíaco terminar, a JBC lance uma outra.

É a coisa mais normal do mundo e não há nada de errado com isso. Se os mangás vendem e dão lucro para as editoras, elas têm todo o direito de fazer quantas novas versões elas quiserem. Isso não é ruim para o consumidor e não o afetará negativamente em nada. Pelo contrário, o sucesso dessas séries pode ser extremamente benéfico, pois quanto mais lucro a editora tiver, mais autonomia financeira a empresa terá, podendo trazer mais e mais mangás, talvez até mesmo aquele título super complicado de trazer que o consumidor queira.

Em outras palavras, reclamar que a editora está trazendo uma série de sucesso é o mesmo que reclamar da existência de um mercado de mangás no Brasil. Se ela quer comprar mangás em língua portuguesa, ela deve querer que as editoras tenham lucro e se para isso elas precisam republicar séries de sucesso, que seja assim, então quanto mais Naruto e Cavaleiros do Zodíaco, melhor.

III

As pessoas falam de Naruto e Cavaleiros do Zodíaco de um modo como se as empresas só lançassem eles e isso não é verdade. Nos últimos dois anos, entre mangás, light novels e databooks, foram lançados cerca de 150 obras novas. Ainda que boa parte deles seja bastante curto, é um número bastante alto. Desses, menos de 10 pertenciam às franquias de Masashi Kishimoto e Masami Kurumada. Além disso, todos os meses há pelo menos 30 volumes de mangás em publicação, desses no máximo 3 delas pertencem a essas franquias.

É um número tão ínfimo e irrelevante que não faz qualquer sentido a pessoa reclamar da vinda de novas versões dessas séries e dizer que as editoras não investem em obras novas, sendo que elas estão dando sempre oportunidades a novas séries. A pessoa simplesmente enxerga o que ela quer e não a realidade que se mostra aos olhos dela. O que parece é que a pessoa pega sua rejeição ou indiferença a essas séries e acha ruim a publicação delas, como se estivesse “roubando” a vaga do seu título preferido. Quem não se lembra do chilique dos leitores quando a Panini anunciou Naruto Gold?

Mas não é nada disso, leitor. Se os mangás que a pessoa gosta não vieram para o Brasil ainda é mais por falta de editoras, do modo como elas trabalham, com periodicidades muito curtas, ou da imaturidade do mercado, com poucas obras longas e falta de variedade. Não é uma ou duas franquias que são responsáveis pelo título preferido do consumidor não vir ao Brasil…

***

Em tempo (1): É claro que se as editoras só ficarem relançando obras, ficará mais difícil ainda a vinda de obras, porém essa não é a nossa realidade. Temos alguns relançamentos, mas temos muito mais títulos inéditos…

Em tempo (2): Cassius Medauar, da editora JBC, já disse que tentou publicar Hokuto no ken, mas segundo ele não existe licença aberta para o Brasil. Se isso é verdade ou não, não temos como saber, mas acreditando nas palavras dele, esse mangá já deveria estar sendo publicado no Brasil, mas não está porque os japoneses ainda não liberaram a licença. A reclamação da pessoa do print perde ainda mais sentido…

Curta nossa página no Facebook

 Nos siga no Twitter

BBM

Anúncios

16 thoughts on “[Opinião] Quanto mais Naruto e Cavaleiros do Zodíaco, melhor.”

  1. Sabe que cada vez que vejo ou faço um post sobre isso fico decepcionado? Ou quando vejo em grupos de Facebook sempre esse debate umas 3 ou 4 vezes por semana. Tem vezes que cansa ao ponto de me tirar a vontade de continuar com o blog. Parece que sempre precisamos repetir nossos posts e falar sempre a mesma coisa.

    Na época de todo o papo de Slam Dunk eu falei que era contra o kanzenban, ai quando a JBC anunciou Cavaleiros eu elogiei. Na hora choveram ofensas de “hipócrita”, “amante da JBC” e coisa piores.

    Mas é algo tão óbvio. As melhores séries para se testar algo diferente são DB, Naruto e Cavaleiros, pois são as vendas mais óbvias de todas. Se um kanzenban de Cavaleiros do Zodíaco não vender, com certeza o de Slam Dunk ou Hokuto não iria. Se um Artbook de Cavaleiros não vender, não vai ser o artbook de Aoharaido que vai. O pessoal precisa entender isso de vez, essas obras são as melhores para testar mercados novos, não vou me surpreender se a Panini em breve anunciar Dragon Ball em kanzenban.

    Outro ponto é como você disse: “(…) o sucesso dessas séries pode ser extremamente benéfico, pois quanto mais lucro a editora tiver, mais autonomia financeira a empresa terá, podendo trazer mais e mais mangás, talvez até mesmo aquele título super complicado de trazer que o consumidor queira.” Isso ajuda ainda mais o mercado, a editora não faz caridade, ela precisa de dinheiro, mangás com venda certa ajudam a cobrir possíveis prejuizos que aquela série mais diferente pode trazer.

    É tão simples, o que custa o pessoal refletir um pouco.

    Ótimo post como sempre Kyon.
    Pena que daqui um meses terá que repetir. :/

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu tô assistindo o canal desse cara desde o final do ano passado, então mais ou menos uns 3 meses e sinceramente não vi isso de “hater da JBC”. Talvez possa ter sido antigamente, mas como não vi os vídeos antigos dele, então…
      Não tô querendo defender ninguém, mas acho até legal o conteúdo dele. Ele até andou falando algumas besteiras no vídeo do kanzeban CDZ, mas e daí, o cara é só mais um fã que diz o que acha, se tá certo ou não cabe cada um refletir.
      Triste é ver os comentários do povo no facebook, alí sim é um bando de sem noção se degladiando por nada.

      Curtir

  2. Qual a edição mais luxuosa de Naruto que tem no Japão?Existe kanzenban de Naruto?Depois da decepção com a qualidade do gold,eu só quero pegar Naruto numa qualidade mais caprichada.

    Curtir

Deixe sua opinião. Seu comentário é muito importante para nós^^.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s