Notícias rápidas

NR 182. Confirmado: Slam Dunk será BASEADO no kanzenban

slamNovo formato, novo preço

Hoje a editora Panini anunciou que o mangá Slam Dunk, de Takehiko Inoue, será publicado em uma versão baseada no kanzenban japonês. A editora informou que o novo preço do mangá será R$ 17,90, mas não deu mais detalhes.

Por ser uma edição baseada no kanzenban acredita-se que a obra terá 24 volumes e possivelmente páginas coloridas. Dias atrás a Panini divulgou que o mangá sai agora em outubro.

Update: Beth Kodama, editora da Panini, comentou em seu perfil pessoal no Facebook que o formato do mangá será o mesmo de Vagabond! 17,90, offset, com 8 páginas coloridas, 240 páginas por volume mais ou menos, orelhas e completo em 24 volumes. Por enquanto, será bimestral. A Panini também informou que ele é baseado no Kanzenban por possuir algumas coisas dele e não possui outras. Mais detalhes na semana que vem!

slam

Aos que não se lembram, o relançamento de Slam Dunk foi divulgado por meio de uma loja online e, na ocasião, o preço do mangá foi divulgado como sendo R$ 12,90, uma publicação em papel jornal. A Panini, entretanto, modificou isso e planejou lançar o mangá em papel offset, ao estilo Berserk, ao preço de R$ 15,90 e com previsão de início em junho. O planejamento, contudo, não foi concretizado, pois o autor pediu alterações no formato.


Sinopse: A história de Slam Dunk gira em torno do clube de basquete do colégio Shohoku. Com o início do novo ano, o time perde jogadores que se formaram e por isso começa a recrutar novos interessados. Entre eles está Sakuragi, um rebelde encrenqueiro que já levou mais de 50 foras das garotas, mas que se acha um gênio e a salvação do time. Só que na verdade está apenas tentando se mostrar para Haruko, a garota de seus sonhos e irmã do capitão! Entre muitas trapalhadas, brigas e confusões, o time de Sakuragi fará de tudo para alcançar as finais do campeonato nacional.

***

BBM

Anúncios

40 thoughts on “NR 182. Confirmado: Slam Dunk será BASEADO no kanzenban”

    1. Muito pelo contrário, kanzenban é a edição completa com mais extras e páginas coloridas, maiores que os tankoubons. Se é isso que será feito, este é um kanzenban. Kanzenban NÃO são edições de luxo, pessoal. Um Kanzenban de SD custou 30 reais no JP, enquanto a versão normal é 15 reais.

      Kanzenban: 20.8 x 14.8 x 2.2 cm – 240 páginas
      Tankoubon: 17.2 x 11.2 x 1.8 cm – 200 páginas

      Veja que as únicas mudanças foram o número de páginas (a gramatura e papel não mudaram), o tamanho do volume (que é exatamente o tamanho de Usagi Drop da NP, enquanto o tanko é EXATAMENTE o tamanho do Naruto pocket) e as páginas coloridas. A encadernação continua a mesma a cola, papel o mesmo Brite, gramatura idêntica também.

      Ser Kanzenban lá é exatamente as páginas coloridas e o tamanho maior. Nossas edições já são grandes por aqui, maiores que os tankoubons, às vezes do tamanho dos kanzenbans. Ou seja, para virar o kanzenban, basta ter o resto das páginas coloridas e tal. Um Usagi drop, por exemplo, é imensamente mais luxuoso que um kanzenban japonês!!!

      Curtir

      1. Hm… Entendo. Interessante, Roses. Então, por favor, me explique onde a palavra BASEADO se encaixa na postagem feita pela Panini? Porque pelo que você diz, parece não ter quase e/ou nenhuma diferença. E isto está me deixando bastante confuso, porque eu não estou entendendo é nada esse anúncio da Panini e nem por que ela falou BASEADO EM UM KANZENBAN. O que isso significa, mais exatamente?

        Curtir

        1. Sirius, uma publicação de Naruto é BASEADO na publicação tankoubon. Aquele não é o tamanho exato do original, não é o papel exato, nem a gramatura exata. A única coisa que os dois têm em comum é o conteúdo do tankoubon, é ser baseado naquilo.

          Curtir

      2. É verdade, roses, as nossas edições normais já são praticamente do tamanho dos kanzenban japoneses.Mas eu queria saber se Akira por exemplo poderia ser considerado edição de luxo pelo seu tamanho.E outra: se a jbc for publicar o kanzenban de cdz no br com a mesma qualidade exata do jp, inclusive com a sobrecapa, quanto vc acha que custa?

        Curtir

        1. Considerando que a JBC já usa o tamanho de um kanzenban, já usa páginas coloridas, seria o preço de mais páginas coloridas, mais páginas e uma gramatura um pouco mais alta (a gramatura padrão da gente é menor que a deles). Se fosse exatamente o mesmo numero de páginas, essas páginas coloridas e aumento de gramatura deveriam aumentar o preço em cerca de 5 reais, com mais páginas, você poderia ter aumentos mais significativos. Mas pensa assim, Naruto Pocket é do tamanho de um tankou e custou 10,50. No Japão o kanzen é 2 vezes o preço do tankou, 21 reais é uma estimativa viável. Praticamente o preço de Usagi Drop.

          Curtir

          1. PS. 21 seria para algo da mesma formatação que o pocket. Se você trocar a gramatura, papel offset, sobrecapa e a depender da quantidade absurda de páginas, você deve chegar a cerca de 30-40 reais, que seria 2 vezes um Usagi Drop.

            Curtir

    1. Um formato próximo de um kanzenban, mas não é um kanzenban, de fato. Eu posso dizer que é uma imitação(?) de kanzenban. Já que vai ser um formato BASEADO num kanzenban.

      Curtir

        1. Excelente resposta, Kyon!

          Muito obrigado por esclarecer todas as dúvidas, não apenas as minhas, mas de todos que comentam no blog. São respostas muito inteligentes.

          Curtir

  1. Eu já meio que esperava.Lembro que quando a nova sampa tinha os direitos das obras do inoue, o del greco disse que eles pretendiam lançar uma edição “entre o kanzenban japones e os relançamentos da jbc” então acredito que a panini vai fazer o mesmo…Pelo menos a edição cai ter uma qualidade boa, acredito eu…mas sendo sincero seria bem improvável slam dunk vir em edição cara sendo que ele não é um cdz da vida….a panini na verdade até queria publicar originalmente em uma edição simples…

    Curtir

        1. Pois é.Mas se formos pensar, considerando o histórico doa mangás de esporte no brasil slam dunk está tendo tratamento DIVINO, bem melhor do que aquela edição bosta da conrad.Vai ser uma edição bonita de se ter e que honra a qualidade do título em si….vou comprar com certeza

          Curtir

  2. Por esse preço, provavelmente teremos uma edição parecida com a de Vagabond, mas com a quantidade de páginas e extras do kanzenban então? Se for, pra mim está ótimo :)!

    Agora a curiosidade sobre como ficará a edição kanzenban de CDZ só aumenta!

    Curtir

  3. Então provavelmente teremos um formato parecido com o de Vagabond, mas com mais páginas por volume e algumas páginas coloridas e orelhas talvez? Se for, por mim já está ótimo :)!

    Curtir

  4. Do Facebook da Beth Kodama: “Em maio deste ano, anunciamos Slam Dunk, obra sobre basquete do grande mestre Takehiko Inoue, autor de Vagabond. Porém a intenção era trazer conforme foi publicado originalmente no Japão pela primeira vez, ou seja, formato tankoubon completo com 31 volumes, com 192 páginas pb, papel pisa bright (jornal), baratinho pra ser mais acessível. MAS… VOCÊS, LEITORES, pediram por algo diferente! E a Panini decidiu tentar, mesmo com tudo dando errado e indicando que seria impossível. E sairia caro. Porque o kanzenban custa mais ou menos uns 50 temers. Inviável pular de 13,90 pra 50! E o licenciante também não tem arquivos daquela caralhada de páginas semi-coloridas… não dava pra trazer o kanzenban exatamente no formato em que foi publicado no Japão desde 2001.
    Então… optamos por um meio termo.
    O formato será o mesmo de Vagabond! 17,90, offset, com 8 páginas coloridas, 240 páginas por volume mais ou menos, orelhas e completo em 24 volumes (bem menos que a proposta de 31 volumes, o que facilita pro leitor colecionar).
    Por enquanto, será bimestral. Mais detalhes na semana que vem!”

    Curtido por 2 pessoas

    1. “por enquanto será bimestral”

      Acho que seria melhor manter bimestral até o final mesmo por causa do preço

      Fica pesado pra quem já compra o resto dos “luxos” da Panini

      Curtir

  5. Os tankos japoneses são do tamanho do Solanin da L&PM? Não tenho o Naruto Pocket para me basear em relação aos tamanhos dos formatos.
    Em relação à publicação de SD, para mim, está tudo perfeito. Teremos menos volumes, com capas mais bonitas que as do tanko, páginas coloridas, com a qualidade e acabamento similar ao apresentado no Vagabond, com um preço acessível e bimestral!

    Curtir

  6. “A Panini também informou que ele é baseado no Kanzenban por possuir algumas coisas dele e não possui outras.”

    O que quer dizer com isso? Poderia me explicar isso, Roses?

    Curtir

    1. De conteúdo em si, não terá nada de diferente. Não terão coisas como a sobrecapa (a sobrecapa será a capa da versão brasileira) e no início de cada volume tem uma página vermelha transparente que não terá na versão brasileira também. A Beth também disse que em todos os volumes terão páginas coloridas, mas que a editora japonesa não tinha o arquivo de algumas (eu chuto que sejam as páginas coloridas que vêm no meio do volume).

      Nesse vídeo aqui dá pra ver como é a edição japonesa.

      Curtir

  7. Só vou deixar aqui uma rápida matemática:

    31 volumes por 12,90 dá 400 reais

    24 volumes por 17,90 dá 430 reais

    Pouca diferença no preço, pra uma mudança grande

    Curtir

    1. Considerando que esse formato provavelmente vai também para livrarias (e os pisa da Panini quase nunca vão), dá pra fazer a coleção por menos R$ 300 tranquilamente (desconsiderando possíveis reajustes no preço).

      Curtir

Deixe sua opinião. Seu comentário é muito importante para nós^^.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s