Review

Resenha: UQ Holder! – volume 2

uq holder 01Os diversos tipos de imortais…

Comentários

O primeiro volume de UQ Holder! terminou com o protagonista Touta descobrindo que existe uma espécie de corporação de imortais denominada justamente UQ Holder, do qual Yukihime (sua professora e tutora nos últimos dois anos) era a líder. O segundo volume começa justamente desse ponto, com todos os imortais saudando a volta de sua líder e Touta apresentando-se e dizendo que deseja entrar para o grupo.

UQ Holder!
UQ Holder!

Porém, o que Touta Konoe não sabia é que para entrar na UQ Holder não basta ser imortal, é preciso passar por um pequeno teste antes. Ele terá que conseguir sair de um labirinto dentro de um período de oito anos. Kuroumaru (o amigo que ele fez durante a sua jornada) acaba envolvido mesmo sem ter dito uma única palavra e os dois acabam caindo no labirinto quando menos esperavam. Não precisa dizer que eles conseguem cumprir a missão muito rápido, mesmo não existindo saída do labirinto (!), e passam a fazer parte da organização.

O que mais temos nesse volume? Descobrimos a verdadeira origem de Kuroumaru e o motivo de o confundirem com uma garota^^. Descobrimos também que existem diversos tipos de imortais e cada um tem uma particularidade própria, desde o modo como se tornaram imortais, até o tipo de imortalidade. E ficamos sabendo que não existem só vampiros como Yukihime e Touta, existe todo tipo de bestas e feras. A UQ Holder é justamente uma organização para ajudar esses seres que foram excluídos pela sociedade.

***

Contudo não são só os seres imortais que a UQ Holder protege. Seres humanos normais, porém marginalizados também são alvo de proteção da organização. Neste volume, inclusive, inicia-se um novo arco em que Touta, Kuroumaru e outros personagens terão que proteger uma favela da periferia da capital dos ataques da especulação imobiliária, que está tentando usar a força para fazer com que o terreno seja vendido…

Esse foi o volume 2 de UQ Holder!. Um mangá que tem se mostrado divertido e que vem apresentando uma expansão cada vez maior desse mundo de seres imortais…

Pontos negativos

Com dois volumes já lidos, podemos visualizar bem os acertos e os erros de UQ Holder!. Ken Akamatsu soube criar um mundo bastante vasto em que criaturas com poderes mágicos e seres imortais existem, sempre dando pitadas das consequências de ser imortal. O problema é que Akamatsu não leva isso tão a sério quanto deveria. Ele prefere se focar na comédia e na luta e as reflexões desse tipo acabam se perdendo, ficando para segundo plano como se não fosse importante.

Podemos creditar isso à personalidade do protagonista Touta Konoe. Ele é uma criança por natureza e não leva nada a sério, sendo super ingênuo o tempo todo. Mesmo entrar para a organização UQ Holder para ele era apenas uma diversão e ele sequer sabia o que a organização fazia. O que esperar de um protagonista assim? Ah, mas Touta é super forte e possui uma habilidade única! Pois é, Touta tem uma capacidade de aprender as coisas muito rápido, ele é um ser especial (como quase todo protagonista de battle shonen) que tem tudo para ser o mais forte de todos, mas isso não o salva de ser um protagonista questionável…

Outra parte do problema diz respeito ao esquema narrativo do mangá. Composto de arcos curtos, a obra parece mudar de rumo toda hora. No primeiro volume até que funcionou bem, mas no segundo mostrou-se como uma característica bem limitada. Por exemplo, o micro-arco do labirinto parecia que iria se estender e acabou em pouquíssimos capítulos. Logo em seguida, esse micro-arco já foi esquecido, temos um capítulo de transição, e a partir daí já inicia outro arco da história, a proteção da favela. Não é um ritmo agradável, muita coisa acontece e fica parecendo que tudo que veio antes não tinha importância, ao menos não uma importância imediata. Esse tipo de narrativa funciona muito bem em obras de comédia romântica como Love hina, mas em UQ holder! isso deixa a desejar e acaba por ser um demérito, pelo menos até agora tem sido assim. Em resumo, o gostinho de “quero mais” e o “potencial de evolução” do primeiro volume sumiu completamente nesse…

Veredicto

Apesar disso tudo, UQ Holder! é um mangá divertido e a gente consegue achar graça da ingenuidade do Touta e de outras situações que o mangá nos apresenta. Porém não se pode negar que ele é um mangá mediano e que desperdiça bastante potencial.

De todo modo, assim como falei na resenha do segundo volume de One-Punch man, isso não quer dizer que eu não o recomende. O mangá tem suas falhas, é verdade, mas é um daqueles títulos que consegue agradar os fãs de battle shonens que ainda não cansaram do gênero. Se tiver dinheiro sobrando, não deixe de adquirir o título, ao menos para ver se irá agradá-lo ou não…

BBM

Anúncios

7 comentários em “Resenha: UQ Holder! – volume 2”

  1. voce iria gostar de Negima pelos mesmos motivos de ter gostado de UQ Holder.O problema é correr atrás de um mangá gigantesco,e ainda por cima,meio-tanko.
    Considerando que UQ Holder ainda não tem muitos volumes e, a partir do fim do ano,os capítulos serão publicados mensalmente,a JBC irá alcançar os japoneses em um ou dois anos nesse ritmo,bem que podiam republicar Negima no formato integral.A JBC disse que UQ Holder tá vendendo bem,então seria uma boa jogada relançar Negima e botar na capa que é a prequel de UQ Holder

    Curtir

  2. Hm… Realmente. Esta pegada da imortalidade realmente poderia ser mais explorada do ponto de vista reflexivo. Daria, realmente, para explorar bastante coisa. Afinal, o começo do 1º capítulo do 1º volume começa assim, nos convidando para uma reflexão sobre o tema. Fora isto, eu estou gostando bastante de UQ Holder!, é um mangá bastante divertido, realmente.

    Curtir

Deixe sua opinião. Seu comentário é muito importante para nós^^.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s