Review

Resenha: One-Punch Man – volume 2

one punchSerá que melhorou?

Quando eu li o primeiro volume de One-Punch Man eu estava com uma grande expectativa pelo título, afinal era uma obra super-recomendada e que se tornou muito popular recentemente. O resultado foi um pouco desastroso e achei que o mangá era tão comum, mas tão comum que não havia razão para tanto hype em cima dele, conforme eu disse na resenha passada.

O segundo volume, porém, deu uma amenizada nessa impressão inicial. Nesse novo tomo as piadas tornaram-se mais engraçadas: o que antes parecia forçado, dessa vez aconteceu de forma mais natural. Também ficou mais claro o caráter caricato e estapafúrdio dos vilões. Eles são personagens “malvados” feitos para não se levar a sério. Um exemplo bem claro acontece quando um grupo de carecas decide lutar pelo “direito” de não trabalhar^^.

Vale comentar que é nesse volume 2 que descobrimos como Saitama se tornou o herói invencível que ganha de todos com apenas um soco (que todos nós já sabemos devido àquele meme que viralizou nas redes sociais na época da exibição do animê). O tomo termina com uma indagação de Saitama sobre o porquê de ele não ser conhecido, apesar de ser um herói atuante há três anos. Genos (o discípulo de Saitama) diz que ele não é um herói registrado e Saitama não fazia a menor ideia que precisava disso, gerando mais uma das situações cômicas da série.

Veredicto

One-Punch Man conseguiu se sair melhor nesse segundo volume e mostrou que tem potencial de ser interessante e bem desenvolvido com o passar dos volumes. Infelizmente com séries como Fullmetal Alchemist e Ajin (sem contar outros mangás) prestes a serem lançados será impossível (financeiramente falando) não abandonar as aventuras de Saitama.

Pesa também para esse abandono o fato de que, no quesito comédia, outras obras como Lovely complex e Arakawa Under The Bridge terem se mostrado bem melhores. Isso não quer dizer que eu não recomende One-Punch Man. Quem tiver (MUITO) dinheiro sobrando pode e deve dar uma chance ao título…

***

BBM

Anúncios

26 thoughts on “Resenha: One-Punch Man – volume 2”

  1. Eu assinei One Punch Man e pretendo assinar Slam Dunk. Não coleciono nenhum mangá além destes, o que irá mudar quando Akira, Ghost in the Shell e alguns one-shots prometidos pela NewPOP forem lançados, considerando que também estou esperando Nijigahara Holograph (me interessei pela sinopse) e Ginga Patrol Jaco, que com certeza virão, ambos, em papel off-set. Quando Saintia Shô for lançado, comprarei se viver em off-set, enquanto estou pensando se vou, ou não, colecionar Fullmetal, apesar de já ter a coleção meio-tanko, que por não ser o kanzenban, diminui meu interesse nessa “edição especial” drasticamente. Nos últimos anos, me tornei MUITO seletivo para comprar mangás, até como uma forma de boicote a certas palhaçadas feitas por certas editoras sem-noção *cof* Next Dimension em papel jornal de merda *cof*.

    Curtir

    1. Espera o Kanzenban sentado… Por mais que tenham falado em possibilidade futuro, talvez com essa publicação acabe se tornando inviável pelos próximos 5 anos, no mínimo…

      Curtir

      1. Kanzenban não vem no mínimo por 2 anos e meio, já que esse é o tempo que vai levar pra terminar essa edição nova, então até ter mais uma, realmente vai demorar

        Curtir

        1. Mais que isso, pois a JBC não me parece ter o mesmo modo de operação da Panini. Comparado com o relançamento de Naruto, Fullmetal não deve ter sua versão em kanzenban em pelo menos 2 anos depois do término da atual. Pense na insatisfação dos fãs que compraram essa e imediatamente depois eles anunciam a versão kanzenban… Eu duvido que farão algo do tipo. Provavelmente se eles relançarem vai demorar aí uns 5 anos. Até por que, de relançamento, como o colega lembrou acima tem ainda Shaman King e o já confirmado Inuyasha.

          Curtir

    2. Xiii…se Shaman King retornar, e vier o kanzenban, pois é lá que se encontra o final da série, afinal de contas, portanto não teriam como fugir dele, já imagino, com base nos dias de hoje, o tratamento “meh” que terá, sendo relegado a “edição-especial-que-na-verdade-deveria-ser-padrão-portanto-não-é-de-luxo”.

      Curtir

    1. Não necessariamente. Entendo o que quer dizer, parece ser um shounen de batalha do tipo Jump, certo? Mas veja essa capa, atrás do Genos tem o Saitama com cara de bobo. O primeiro tem uma porcaria de um aipo no chão… Em minha opinião eles deixam implícita a comédia.

      Curtido por 1 pessoa

  2. Do jeito que estão as coisas eu terei que adiar para terminar de comprar os títulos finalizados como Bakuman, Rurouni Kenshin, 20TH Century Boys e alguns outros, penso até em paralisar Tokyo Ghoul como fiz com Naruto e pegar um “pack” de volumes a cada 4 meses com algum desconto, já ajuda a dar uma folga no orçamento mensal, AnoHana mesmo só vou pegar quando tiver algum desconto nos 3 volumes juntos(lá pra novembro/dezembro). Dando uma olhada mais detalhada na minha planilha parece que por enquanto darei conta de pegar a maioria do que eu quero, a conta passou pouca coisa do meu limite estipulado, mas só em meses pares; O problema está para quando vier os demais títulos que foram anunciados e ainda não tiveram seus preços/lançamento definidos e nesse momento prevejo alguns drops e OPM pode estar em algum deles infelizmente.

    Curtir

  3. estou pensando em acompanhar Onepunchman Akame ga Kill e Tokyo Ghoul, depois faz uma resenha, do material em si. se o papel está bom, se veio com algum defeito a sua edição. se está tudo OK;

    Curtir

  4. Comprei hoje o meu segundo volume do One Punch Man, também achei que o volume um deixou alguns pontos a desejar visto que minhas expectativas eram grandes! Mas até que gostei, espero que nesse volume dois seja ainda melhor o desenvolvimento da história como você disse. Infelizmente tem saído muitos titulos bons, vagabond, sidoia, logo Full Metal entre outros e vai ser pauleira acompanhar todos, terei que me desdobrar para não dropar nenhuma das coleções.

    https://somaisumaleatorio.wordpress.com/

    Curtido por 1 pessoa

  5. Kyon, se o seu problema é com o preço de One-Punch Man na FNAC em pré-venda e com desconto. O mesmo para Aijin e Fullmetal Alchemist, aí você não terá que abandonar as aventuras de Saitama. E olha que eu pré-venda, você consegue comp0rar o mangá por R$10,10 ou de R$13,50. Vale a pena, já que frete é grátis para estes mangás.

    Curtir

    1. As coisas mudam muito rápido em minhas finanças, mas no atual momento a situação é a seguinte: a editora Abril está lançando um quadrinhos Disney em capa dura todo mês e vai começar a lançar também um manual todo mês e nessa brincadeira vai R$ 100 a cada 30 dias. Um pouco menos que isso por causa dos descontos da Amazon, mas mesmo assim eu abandonei um monte de mangás para poder pegá-los. Também tive que abandonar outros para pagar a assinatura de FMA. Com essas duas despesas o cofre ficou vazio e quando surge algum dinheiro extra acaba indo para outras séries (alguma que eu ache mais legal ou algum título antigo que eu ainda não concluí)….

      Curtir

Deixe sua opinião. Seu comentário é muito importante para nós^^.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s